Publicidade

Diário Liberdade
Domingo, 22 Julho 2018 10:09 Última modificação em Quinta, 26 Julho 2018 20:48

Maduro propõe transformação do sistema de saúde venezuelano

Avalie este item
(1 Voto)
País: Venezuela / Saúde / Fonte: AVN

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, propôs nesta quinta-feira realizar uma jornada de consulta nacional que conclua com um grande congresso de saúde, para pensar mecanismos destinados a transformar o sistema de saude venezuelano e melhorar os programas sociais Bairro Adentro I,II e III.

"Quero fazer logo uma jornada completa de consulta nacional que conclua com um grande congresso da saúde venezuelana para aprovar o plano de transformação do sistema de saúde venezuelano para melhorar Bairro Adentro I, II e III; e para encarar definitivamente o tema dos hospitais do país com um plano de transformação e modernização", disse Maduro durante formatura de médicos integrais comunitários no Poliedro de Caracas.

A vice-presidenta da República, Delcy Rodríguez, e o ministro da Educação Universitária, Ciência e Tecnologia, Hugbel Roa são os responsáveis por esta tarefa.

"Convoco todos os profissionais da saúde venezuelana a fazer uma revolução dentro da revolução, para construir um sistema integrado, moderno, funcional, avançado e científico que sirva ao povo na saúde", disse.

As mudanças serão acompanhadas por investimentos em equipamentos, e melhorias nas condições de trabalho dos profissionais do setor.

Proteção aos médicos comunitários

Maduro também vai avaliar com uma equipe de médicos comunitários um plano integral de proteção social, relativo ao trabalho, salário e aquisição de moradias

"Eu quero uma reunião especial com uma equipe de médicos integrais comunitários para revisar o plano integral de postos de trabalho, salário, de moradias e de apoio em todo nível para nossos médicos integrais comunitários. No mais tardar na segunda que vem", afirmou.

O presidente venezuelano exortou os médicos integrais a formar "um poderoso movimento sociopolítico nacional e explicou que a meta do governo é formar um total de 100 mil médicos comunitários em 2025.

Diário Liberdade é um projeto sem fins lucrativos, mas cuja atividade gera uns gastos fixos importantes em hosting, domínios, manutençom e programaçom. Com a tua ajuda, poderemos manter o projeto livre e fazê-lo crescer em conteúdos e funcionalidades.

Doaçom de valor livre:

Microdoaçom de 3 euro:

Adicionar comentário

Diário Liberdade defende a discussom política livre, aberta e fraterna entre as pessoas e as correntes que fam parte da esquerda revolucionária. Porém, nestas páginas nom tenhem cabimento o ataque às entidades ou às pessoas nem o insulto como alegados argumentos. Os comentários serám geridos e, no seu caso, eliminados, consoante esses critérios.
Aviso sobre Dados Pessoais: De conformidade com o estabelecido na Lei Orgánica 15/1999 de Proteçom de Dados de Caráter Pessoal, enviando o teu email estás conforme com a inclusom dos teus dados num arquivo da titularidade da AC Diário Liberdade. O fim desse arquivo é possibilitar a adequada gestom dos comentários. Possues os direitos de acesso, cancelamento, retificaçom e oposiçom desses dados, e podes exercé-los escrevendo para diarioliberdade@gmail.com, indicando no assunto do email "LOPD - Comentários".

Código de segurança
Atualizar

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Ritech

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar