Publicidade

Diário Liberdade
Quarta, 01 Mai 2019 23:18 Última modificação em Domingo, 23 Junho 2019 12:25

Dezenas de milhares no 1º de Maio de Paris, com repressom policial contra o movimento popular

Avalie este item
(0 votos)
País: França / Repressom e direitos humanos / Fonte: Diário Liberdade

A Confederaçom Geral do Trabalho marchou junto aos Coletes Amarelos e juntos sofrêrom forte repressom policial.

Paris registou umha jornada de mobilizaçom e repressom no Dia do Internacionalismo Proletário. A capital francesa voltou a ser palco da luita de classes protagonizada polos Coletes Amarelos e o sindicalismo, que sofrêrom repressom das forças policiais mandadas polo governo liberal de Macron.

Perto da estaçom de Montparnasse acontecêrom os primeiros episódios repressivos. Daí partiu a manifestaçom às 14h30 (horário local), produzindo-se cargas e respostas de grupos de manifestantes anticapitalistas. Gases lacrimogéneos e outros recursos de repressom fôrom lançados contra as e os trabalhadores que participavam na grande manifestaçom convocada pola Confederaçom Geral do Trabalho (CGT), principal sindicato francês.

O secretário-geral da CGT denunciou as cargas violentas, responsabilizando o ministro do Interior francês, Christophe Castaner, por uns factos repressivos que definiu como "inadmissíveis na nossa democracia", mas que de facto venhem acontecendo semana após semana na longa luita dos Coletes Amarelos.

Fôrom centenas de manifestaçons em todo o país neste 1º de Maio, com milhares de manifestantes um pouco por todo o país.

Mais de 250 pessoas terám sido detidas só na capital, onde a mobilizaçom terá congregado dezenas de milhares. 7.400 polícias participárom na jornada repressiva contra o movimento popular em Paris.

A longa crise social francesa prolonga-se já durante quase meio ano, paralisando semanalmente o centro de Paris e sem que os crescentes meios repressivos consigam dar cabo do movimento popular lançado polos Coletes Amarelos, que neste 1º de Maio se aliárom com o movimento sindical contra as políticas ultralibertais do governo.

Diário Liberdade é um projeto sem fins lucrativos, mas cuja atividade gera uns gastos fixos importantes em hosting, domínios, manutençom e programaçom. Com a tua ajuda, poderemos manter o projeto livre e fazê-lo crescer em conteúdos e funcionalidades.

Doaçom de valor livre:

Microdoaçom de 3 euro:

Adicionar comentário

Diário Liberdade defende a discussom política livre, aberta e fraterna entre as pessoas e as correntes que fam parte da esquerda revolucionária. Porém, nestas páginas nom tenhem cabimento o ataque às entidades ou às pessoas nem o insulto como alegados argumentos. Os comentários serám geridos e, no seu caso, eliminados, consoante esses critérios.
Aviso sobre Dados Pessoais: De conformidade com o estabelecido na Lei Orgánica 15/1999 de Proteçom de Dados de Caráter Pessoal, enviando o teu email estás conforme com a inclusom dos teus dados num arquivo da titularidade da AC Diário Liberdade. O fim desse arquivo é possibilitar a adequada gestom dos comentários. Possues os direitos de acesso, cancelamento, retificaçom e oposiçom desses dados, e podes exercé-los escrevendo para diarioliberdade@gmail.com, indicando no assunto do email "LOPD - Comentários".

Código de segurança
Atualizar

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Ritech

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar