Publicidade

Diário Liberdade
Publicidade
Publicidade
Quarta, 12 Julho 2017 19:22 Última modificação em Domingo, 23 Julho 2017 11:16

Mídia e judiciário do Brasil estão envolvidos em plano golpista continental

Avalie este item
(5 votos)
País: América Latina / Direitos nacionais e imperialismo / Fonte: Diário Liberdade

Os grandes veículos de comunicação e o sistema judiciário são os meios pelos quais um plano golpista está sendo executado em toda a América Latina, com destaque especial para o Brasil.

Segundo reportagem do Pravda.Ru, uma conspiração revelada em 2012 na qual estão diretamente envolvidos ex-presidentes latino-americanos tem por objetivo derrubar governos progressistas da região, dos quais três já foram alvo.

Manolo Pichardo, político dominicano que participou da conversa “por acaso”, decidiu denunciar o que chamou de “Plano Atlanta”, em alusão à cidade estadunidense em que se deu a reunião conspiratória.

No encontro, entre ex-presidentes da direita latino-americana, um ex-mandatário sul-americano explicou que o plano consistia de duas etapas: a primeira, executar uma campanha nos meios de comunicação contra os presidentes progressistas e a segunda, com os líderes já na defensiva, processá-los judicialmente para interromper seus mandatos e impedi-los de participar da política.

Segundo Pichardo, o orador citou nominalmente meios brasileiros e um juiz também brasileiro, dos quais não consegue lembrar o nome.

Após a derrocada dos presidentes de Honduras, em 2009, e do Paraguai, em 2012, o Plano Atlanta conseguiu implementar a campanha exitosa de Impeachment contra Dilma Rousseff no Brasil, em 2016. Mas a “joia da coroa”, segundo o dirigente dominicano, seria o ex-presidente Lula da Silva.

A perseguição a qual o líder petista está sendo submetido, pela mídia e pelo Judiciário, são fortes indícios da denúncia de Pichardo, o que pode ser visto também na Argentina, com Cristina Kirchner, no Paraguai, com Fernando Lugo, e no Uruguai, com o vice-presidente Raúl Sendic.

Além disso, as frequentes investidas golpistas na Venezuela, Equador e Bolívia também reforçam o poderio devastador do plano continental.

Diário Liberdade é um projeto sem fins lucrativos, mas cuja atividade gera uns gastos fixos importantes em hosting, domínios, manutençom e programaçom. Com a tua ajuda, poderemos manter o projeto livre e fazê-lo crescer em conteúdos e funcionalidades.

Doaçom de valor livre:

Microdoaçom de 3 euro:

Adicionar comentário

Diário Liberdade defende a discussom política livre, aberta e fraterna entre as pessoas e as correntes que fam parte da esquerda revolucionária. Porém, nestas páginas nom tenhem cabimento o ataque às entidades ou às pessoas nem o insulto como alegados argumentos. Os comentários serám geridos e, no seu caso, eliminados, consoante esses critérios.
Aviso sobre Dados Pessoais: De conformidade com o estabelecido na Lei Orgánica 15/1999 de Proteçom de Dados de Caráter Pessoal, enviando o teu email estás conforme com a inclusom dos teus dados num arquivo da titularidade da AC Diário Liberdade. O fim desse arquivo é possibilitar a adequada gestom dos comentários. Possues os direitos de acesso, cancelamento, retificaçom e oposiçom desses dados, e podes exercé-los escrevendo para diarioliberdade@gmail.com, indicando no assunto do email "LOPD - Comentários".

Código de segurança
Atualizar

Publicidade
Publicidade

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Ritech

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar