Publicidade

Diário Liberdade
Publicidade
Publicidade
Sexta, 29 Julho 2016 16:41 Última modificação em Domingo, 31 Julho 2016 13:59

Eleições: campanhas monopolizadas

Avalie este item
(2 votos)
País: Brasil / Batalha de ideias / Fonte: Causa Operária

As eleições que estão por vir não terão uma verdadeira campanha eleitoral. Se antes do golpe e do avanço da direita como tem sido visto no último período as eleições já eram controladas pela burguesia, mudanças foram e estão sendo feitas para esse controle ser ainda maior.

Um problema fundamental é a drástica redução do tempo de campanha. Serão pouco mais de 40 dias e uma campanha cheia de restrições, às quais se não forem cumpridas poderão resultara em severas punições. A justiça eleitoral e a mudança na legislação aprovada no Congresso estabeleceram regras para toda e qualquer modalidade de campanha, desde tamanho para adesivos (inclusive de carros), diminuição do tempo de TV e rádio, passando por limite de gastos na campanha de prefeito e vereador, até o fim do financiamento empresarial da campanha.

Tudo isso é feito a pretexto de democratizar e tirar o controle do poder econômico das eleições e da política. Mentira. As mudanças tornam as eleições ainda mais antidemocráticas, aumenta o controle da burguesia, e a dependência dos partidos e dos políticos da imprensa capitalista, de direita.

É praticamente impossível, inviável que partidos pequenos ou pessoas comuns, sem grandes aparatos, advogados, contadores, e gente especializada consiga sequer cumprir com toda as obrigações burocráticas dos tribunais eleitorais. Quem atua na área já disse que deve haver uma “judicialização extremada do processo eleitoral”, destaca o advogado eleitoral e bacharel em Ciência Política Rodrigo Pedreira.

Depois da cláusula de barreira que já foi aprovada, mudanças que estão por vir propostas pelo senador Aécio Neves (PSDB-MG) pretendem reformar o regime eleitoral no sentido de restringir o espectro político com a perseguição à esquerda, ao PT, para o Brasil se tornar um País de sistema totalmente controlado pela direita; já que até mesmo o PT (já não existiriam PCO, PSTU, PCB, PCdoB e nem mesmo PDT e outros) existiriam, seja legalmente, seja com condições mínimas de disputar as eleições.

A tudo isso está aliado o monopólio da imprensa capitalista que, com as restrições para a propaganda eleitoral, se consolidam como principal meio de divulgação de candidatos. E todo mundo sabe como a imprensa é manipuladora, caluniadora, farsante e fraudadora. Inclusive as pesquisas de opinião que têm bastante espaço nas eleições.

Isso ficou mais do que comprovado na fraude do jornal Folha de S. Paulo com pesquisa do Datafolha nos últimos dias. O jornal mentiu sobre os resultados para beneficiar o governo golpista, afirmando que 50% da população preferia/apoiava o golpista Michel Temer.

O monopólio da direita sobre as eleições em 2016 busca resultados bastante concretos, entre outras coisas, a vitória dos golpistas para aumentar o poder da direita a nível nacional.

Diário Liberdade é um projeto sem fins lucrativos, mas cuja atividade gera uns gastos fixos importantes em hosting, domínios, manutençom e programaçom. Com a tua ajuda, poderemos manter o projeto livre e fazê-lo crescer em conteúdos e funcionalidades.

Doaçom de valor livre:

Microdoaçom de 3 euro:

Adicionar comentário

Diário Liberdade defende a discussom política livre, aberta e fraterna entre as pessoas e as correntes que fam parte da esquerda revolucionária. Porém, nestas páginas nom tenhem cabimento o ataque às entidades ou às pessoas nem o insulto como alegados argumentos. Os comentários serám geridos e, no seu caso, eliminados, consoante esses critérios.
Aviso sobre Dados Pessoais: De conformidade com o estabelecido na Lei Orgánica 15/1999 de Proteçom de Dados de Caráter Pessoal, enviando o teu email estás conforme com a inclusom dos teus dados num arquivo da titularidade da AC Diário Liberdade. O fim desse arquivo é possibilitar a adequada gestom dos comentários. Possues os direitos de acesso, cancelamento, retificaçom e oposiçom desses dados, e podes exercé-los escrevendo para diarioliberdade@gmail.com, indicando no assunto do email "LOPD - Comentários".

Código de segurança
Atualizar

Publicidade
Publicidade

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Ritech

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar