Publicidade

Diário Liberdade
Quinta, 26 Julho 2018 12:09 Última modificação em Quarta, 08 Agosto 2018 05:54

Dia da Pátria 2018: Direitos nacionais voltárom a tomar as ruas da capital galega Destaque

Avalie este item
(2 votos)
País: Galiza / Direitos nacionais e imperialismo

Como cada ano, a maior mobilizaçom foi a do BNG, com vários milhares a encher a praça da Quintá.

Os direitos nacionais fôrom protagonistas de várias mobilizaçons e atos políticos na capital da Galiza, tal como o Diário Liberdade informou ao longo da jornada.

Já nas vésperas, a juventude independentista marchou polo centro histórico, com a adesom de mais de 20 entidades, por iniciativa de Briga e Isca!, que quigérom dar assi umha nova dimensom à mobilizaçom anual. Entretanto, Galiza Nova realizou a sua própria ruada, no fim da sua homenagem habitual a Rosalia de Castro em Bonaval.

Já no dia 25 de julho, o BNG percorreu a partir do meio-dia o centro de Compostela, com umha importante participaçom e um ambiente festivo que, como sempre, concluiu na praça da Quintá com um discurso da sua porta-voz, Ana Pontom. Na jornada, comemorou-se o meio século da primeira convocatória realizada pola UPG, ainda em pleno franquismo (1968) e a morte de um dos seus fundadores, Bautista Álvarez, no passado ano. Referências à igualdade, à soberania e ao fim do colonialismo estivérom presentes no discurso da dirigente do BNG.

Por seu turno, o independentismo tivo umha manifestaçom alternativa pouco depois da do Bloque. Causa Galiza centrou a sua reivindicaçom independentista no rejeitamento do autonomismo e na proposta de um proceso de reformulaçom do projeto, chamado "Trevinca", que lançarám em outono, mas já presidia o cenário da praça do Toural, onde se congregárom os e as manifestantes.

Um grupo de militantes de Agora Galiza também se congregou na praça 8 de março num ato político independentista.

O espaço político correspondente à Maré, Podemos, IU, Anova, etc, tivo convocatórias divididas, consoante as tendências internas, em diferentes espaços da capital galega.

Na parte da tarde, atividades culturais e de lazer fôrom realizadas no Cámpus Sul, durante o Festigal, organizado anualmente polo BNG e com espaços para que o associativismo mostre as suas atividades e iniciativas de todo o tipo às numerosas pessoas que visitam a área, incluindo um espaço infantil.

Mais informaçom sobre os atos patrióticos de 24 e 25 de julho, Dia da Pátria Galega de 2018 aqui

Diário Liberdade é um projeto sem fins lucrativos, mas cuja atividade gera uns gastos fixos importantes em hosting, domínios, manutençom e programaçom. Com a tua ajuda, poderemos manter o projeto livre e fazê-lo crescer em conteúdos e funcionalidades.

Doaçom de valor livre:

Microdoaçom de 3 euro:

Adicionar comentário

Diário Liberdade defende a discussom política livre, aberta e fraterna entre as pessoas e as correntes que fam parte da esquerda revolucionária. Porém, nestas páginas nom tenhem cabimento o ataque às entidades ou às pessoas nem o insulto como alegados argumentos. Os comentários serám geridos e, no seu caso, eliminados, consoante esses critérios.
Aviso sobre Dados Pessoais: De conformidade com o estabelecido na Lei Orgánica 15/1999 de Proteçom de Dados de Caráter Pessoal, enviando o teu email estás conforme com a inclusom dos teus dados num arquivo da titularidade da AC Diário Liberdade. O fim desse arquivo é possibilitar a adequada gestom dos comentários. Possues os direitos de acesso, cancelamento, retificaçom e oposiçom desses dados, e podes exercé-los escrevendo para diarioliberdade@gmail.com, indicando no assunto do email "LOPD - Comentários".

Código de segurança
Atualizar

Publicidade

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Ritech

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar