Publicidade

Diário Liberdade
Domingo, 04 Março 2018 21:18 Última modificação em Domingo, 11 Março 2018 16:41

CUP catalá rejeita candidatura de Jordi Sánchez e reclama roteiro para “materializar a República”

Avalie este item
(0 votos)
País: Paísos Cataláns / Direitos nacionais e imperialismo / Fonte: Diário Liberdade

A Candidatura d´Unitat Popular (CUP) rejeita apoiar a candidatura de Jordi Sànchez acordada entre Junts per Catalunya e Esquerda Republicana de Catalunya, anunciada na manhá do passado sábado polo porta-voz republicano Sergi Sábria em RAC1.

O conselho político da CUP decidiu este sábado ao meio-dia que optaria pola abstençom no caso de que Sànchez evitasse os obstáculos judiciais impostos polo Estado espanhol e conseguisse apresentar-se no Parlament; a proximidade do ex-porta-voz a Artur Mas, cuja candidatura foi retirada por imposiçom da formaçom anticapitalista em 2015, seria um dos fatores que motivariam esta abstençom.

A postura adotada polo máximo orgao decisório –após a assembleia geral– da CUP foi tomada “por consenso”, segundo fontes internas.

O deputado da CUP Vidal Aragonés sublinhou que também nom darám o seu aval a um plano de governo como o que lhe figérom chegar, independentemente do nome que encabece a presidência da Generalitat, um roteiro que, segundo comentou “se submete ao 155 e à legalidade espanhola” e que “nom avança no social”. A CUP persevera na sua crítica a pôr o acento em quem e nom no desenho da “materializaçom da república” e indica que “nom quer gerir migalhas" e que "o autonomismo nom permite avançar em matéria social”.

Outro dos títulos que deixarom os acordos do conselho político da CUP foi a intençom de paralisar as negociaçons formais até que os outros dous grupos parlamentares independentistas nom mudem o roteiro.

Estas declaraçons somam-se às realizadas por Mireia Boya numha entrevista em “Nació Digital”, nas quais nom descartava ir de novo a eleiçons como formula de confrontar outra vez com o Estado e onde asseverou a necessidade de assegurar planos de governo encaminhados à materializaçom da República Catalá.

Diário Liberdade é um projeto sem fins lucrativos, mas cuja atividade gera uns gastos fixos importantes em hosting, domínios, manutençom e programaçom. Com a tua ajuda, poderemos manter o projeto livre e fazê-lo crescer em conteúdos e funcionalidades.

Doaçom de valor livre:

Microdoaçom de 3 euro:

Adicionar comentário

Diário Liberdade defende a discussom política livre, aberta e fraterna entre as pessoas e as correntes que fam parte da esquerda revolucionária. Porém, nestas páginas nom tenhem cabimento o ataque às entidades ou às pessoas nem o insulto como alegados argumentos. Os comentários serám geridos e, no seu caso, eliminados, consoante esses critérios.
Aviso sobre Dados Pessoais: De conformidade com o estabelecido na Lei Orgánica 15/1999 de Proteçom de Dados de Caráter Pessoal, enviando o teu email estás conforme com a inclusom dos teus dados num arquivo da titularidade da AC Diário Liberdade. O fim desse arquivo é possibilitar a adequada gestom dos comentários. Possues os direitos de acesso, cancelamento, retificaçom e oposiçom desses dados, e podes exercé-los escrevendo para diarioliberdade@gmail.com, indicando no assunto do email "LOPD - Comentários".

Código de segurança
Atualizar

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Ritech

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar