Publicidade

Diário Liberdade
Domingo, 11 Março 2018 12:28 Última modificação em Terça, 13 Março 2018 19:30

Grande concentração do KKE em Tessalônica

Avalie este item
(1 Voto)
País: Grécia / Resenhas / Fonte: PCB

D. Koutsoumpas: O “interesse” dos EUA-OTAN-UE pelos Bálcãs implica perigo aos povos

O povo trabalhador da parte grega da Macedônia, desfiando a chuva, participou massivamente e com espírito combativo da concentração da Organização da região da Macedônia Central do KKE em Tessalônica, em 6 de março, onde o Secretário Geral do KKE, Dimitris Koutsoumpas, apresentou a posição do Partido sobre os desenvolvimentos nos Bálcãs, no Oriente Médio, sobre as relações greco-turcas e a questão cipriota, depois da escalada da agressividade da Turquia. As pessoas que participaram, manifestaram sua decisão de aumentar a luta contra os planos imperialistas e os perigos que implicam para os povos de nosso país e da região em geral.

Dimitris Koutsoumpas, em seu discurso, destacou que o “interesse” dos EUA, da OTAN e da UE com relação ao norte da Grécia, com foco em Tessalônica, tem a ver com a implementação dos planos imperialistas na região, sua disputa com a Rússia e com a China. Por isso, os EUA e a OTAN têm no ponto de mira o norte da Grécia, que não só está no “coração” da Península Balcânica, como também é um ponto chave para os planos contrários a respeito do transporte de energia e de mercadorias. É por isso que o embaixador dos EUA caracterizou Tessalônica como “porta de entrada” nos Bálcãs ocidentais e no sudeste da Europa.

Por isso, estão preparando planos para novas bases militares, como a de Alexandrópolis.

O Secretário Geral do CC do KKE enfatizou que a escalada da agressividade turca no Egeu e com relação à ZEE do Chipre refuta o governo, que está gerando preocupação ao povo. Dimitris Koutsoumpas destacou que a OTAN não protegeu até agora os direitos soberanos de nenhum país, nem vão proteger no futuro. Além disso, ao referir-se ao acordo que está preparando o governo de SYRIZA-ANEL com ARYM disse que isto não colocará fim à propaganda irredentista, não garantirá o reconhecimento mútuo da inviolabilidade das fronteiras, da integridade territorial dos dois países, das mudanças necessárias na Constituição do país vizinho.

Dimitris Koutsoumpas chamou o povo a unir suas forças com o KKE, que é o único partido que pode liderar o reagrupamento do movimento operário na luta contra a guerra imperialista, as intervenções da OTAN e da UE, para que o povo chegue realmente ao poder.

Depois da concentração, ocorreu uma longa marcha combativa para o consulado dos EUA em Tessalônica. Milhares de lutadores com cartazes e bandeiras do KKE alçadas, denunciaram que “os imperialistas voltam a dividir o mundo. Estão traçando as fronteiras com o sangue dos povos”. Declararam sua resistência e luta com os lemas “solidariedade com a luta dos povos contra os planos dos imperialistas” e “sem medo, não nos subjugamos, junto com o KKE pela derrubada”

Fora do consulado dos EUA, com um ato impressionante, com as sirenes da guerra e com sons de bombardeios no ar, jovens da KNE mostraram a barbárie e a morte que semeiam os imperialistas e, ao mesmo tempo, a força do povo decidido a levar a cabo a derrubada do sistema. Queimaram a bandeira dos EUA e gritaram “não nos subjugamos ao imperialismo, a única superpotência são os povos!”.

*Informação da Seção de RI do CC do KKE

Diário Liberdade é um projeto sem fins lucrativos, mas cuja atividade gera uns gastos fixos importantes em hosting, domínios, manutençom e programaçom. Com a tua ajuda, poderemos manter o projeto livre e fazê-lo crescer em conteúdos e funcionalidades.

Doaçom de valor livre:

Microdoaçom de 3 euro:

Adicionar comentário

Diário Liberdade defende a discussom política livre, aberta e fraterna entre as pessoas e as correntes que fam parte da esquerda revolucionária. Porém, nestas páginas nom tenhem cabimento o ataque às entidades ou às pessoas nem o insulto como alegados argumentos. Os comentários serám geridos e, no seu caso, eliminados, consoante esses critérios.
Aviso sobre Dados Pessoais: De conformidade com o estabelecido na Lei Orgánica 15/1999 de Proteçom de Dados de Caráter Pessoal, enviando o teu email estás conforme com a inclusom dos teus dados num arquivo da titularidade da AC Diário Liberdade. O fim desse arquivo é possibilitar a adequada gestom dos comentários. Possues os direitos de acesso, cancelamento, retificaçom e oposiçom desses dados, e podes exercé-los escrevendo para diarioliberdade@gmail.com, indicando no assunto do email "LOPD - Comentários".

Código de segurança
Atualizar

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Ritech

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar