Publicidade

Diário Liberdade
Quarta, 23 Novembro 2016 21:45 Última modificação em Sexta, 02 Dezembro 2016 16:56

Torcidas de Barcelona e Celtic cantam juntas pela independência da Catalunha Destaque

Avalie este item
(3 votos)
País: Escócia / Direitos nacionais e imperialismo / Fonte: Diário Liberdade

As torcidas de Barcelona e Celtic FC fizeram uma demonstração de união pela autodeterminação dos povos em jogo válido pela Liga dos Campeões da Europa, nesta quarta-feira (23).

Aos 17 minutos de jogo, seguidores do Barcelona começaram a entoar gritos pela independência da Catalunha, como costumam fazer. Mas a surpresa foi que parte da torcida do clube escocês apoiou os cânticos, segundo informou Marcelo Bechler, repóter do canal brasileiro Esporte Interativo.

Um torcedor escocês também reportou o acontecido nas redes sociais.

Tanto Catalunha como Escócia vivem atualmente um processo de agitação de suas populações na expectativa de independência, a primeira em relação à Espanha e a segunda em relação ao Reino Unido.

No jogo válido pelo primeiro turno da fase de grupos desse campeonato, no estádio Camp Nou, 30 mil bandeiras catalãs foram distribuídas para a torcida barcelonista, que as agitaram na entrada dos times em campo. Também houve referência à Escócia em uma faixa.

A UEFA (Associação de Futebol da União Europeia), no entanto, não permite demonstrações de independência dos povos em seus eventos. A entidade aplicou uma multa de 150 mil euros ao Barcelona por atos semelhantes na temporada passada.

A torcida do clube azul-grená costuma reivindicar a independência da Catalunha nos jogos da equipe. Aos 17 minutos, especificamente aos 17:14, lembram o ano em que seu país foi invadido e anexado pela Espanha, em 1714.

Por outro lado, os fãs do Celtic têm um histórico de luta pela independência da Escócia em relação ao Reino Unido.

Em 2013, a UEFA puniu o clube por sua torcida ter exibido faixas pelo “sim” no plebiscito que ocorreria no ano seguinte e seria derrotado por pequena margem, e retratos de William Wallace – líder escocês na Primeira Guerra de Independência – e Bobby Sands – dirigente do IRA, morto em greve de fome em 1981.

Além disso, sempre apoiaram a Irlanda, por terem suas origens na comunidade irlandesa de Glasgow, e os movimentos pela independência da Irlanda do Norte, como o próprio IRA.

Diário Liberdade é um projeto sem fins lucrativos, mas cuja atividade gera uns gastos fixos importantes em hosting, domínios, manutençom e programaçom. Com a tua ajuda, poderemos manter o projeto livre e fazê-lo crescer em conteúdos e funcionalidades.

Doaçom de valor livre:

Microdoaçom de 3 euro:

Adicionar comentário

Diário Liberdade defende a discussom política livre, aberta e fraterna entre as pessoas e as correntes que fam parte da esquerda revolucionária. Porém, nestas páginas nom tenhem cabimento o ataque às entidades ou às pessoas nem o insulto como alegados argumentos. Os comentários serám geridos e, no seu caso, eliminados, consoante esses critérios.
Aviso sobre Dados Pessoais: De conformidade com o estabelecido na Lei Orgánica 15/1999 de Proteçom de Dados de Caráter Pessoal, enviando o teu email estás conforme com a inclusom dos teus dados num arquivo da titularidade da AC Diário Liberdade. O fim desse arquivo é possibilitar a adequada gestom dos comentários. Possues os direitos de acesso, cancelamento, retificaçom e oposiçom desses dados, e podes exercé-los escrevendo para diarioliberdade@gmail.com, indicando no assunto do email "LOPD - Comentários".

Código de segurança
Atualizar

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Ritech

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar