Publicidade

Diário Liberdade
Domingo, 20 Novembro 2016 08:58

A polêmica da proporcionalidade

Um pedido de correção ou de contestação a uma reportagem, quando chega a uma editoria de um veículo de comunicação, deflagra quase sempre um processo de reações refratárias que se estende

Publicado em Brasil

A campanha só vai durar um mês. Qualquer pessoa interessada em colaborar pode se incorporar, sem serem precisos conhecimentos prévios. O Diário Liberdade fornecerá formação.

Publicado em Galiza

É a primeira vez que o Diário Liberdade impulsiona umha campanha dessas caraterísticas.

Publicado em Galiza
Terça, 04 Outubro 2016 11:02

Eduardo Cunha: a manobra frustrada

Mesmo em um cenário de possível crise, no qual divide e disputa lugar com “notícias” vindas de todos os lugares, o jornalismo mantém uma centralidade como espaço público importante para decifrarmos o mundo.

Publicado em Brasil
Há um ano atrás quatro projectos e canais informativos, na web e em papel, juntaram-se e criaram uma rede de partilha e troca de informações. Guilhotina.info,jornal Mapapt.indymedia e Portal Anarquista formam esta rede que, apesar de todas as dificuldades, pretende romper o gueto informativo em que a comunicação e a informação anti-autoritárias, de base assemblearia, sempre tem vivido em Portugal. Como base para um artigo a ser publicado na próxima edição do jornal “A Batalha” sobre a Rede de Informação Alternativa pedimos a cada um destes projectos a resposta a um pequeno questionário. Depois do jornal MAPA, da Guilhotina.info e agora do pt.Indymedia, seguir-se-ão as respostas do Portal Anarquista.
Publicado em Portugal
Há um ano atrás quatro projectos e canais informativos, na web e em papel, juntaram-se e criaram uma rede de partilha e troca de informações. Guilhotina.info, jornal Mapa, pt.indymediaPortal Anarquista formam esta rede que, apesar de todas as dificuldades, pretende romper o gueto informativo em que a comunicação e a informação anti-autoritárias, de base assemblearia, sempre tem vivido em Portugal. Como base para um artigo a ser publicado na próxima edição do jornal “A Batalha” sobre a Rede de Informação Alternativa pediu-se a cada um destes projectos a resposta a um pequeno questionário. Começa-se agora a publicar as respostas recebidas. Depois do jonal MAPA, seguir-se-ão as da Guilhotina.info, pt.Indymedia e Portal Anarquista.
Publicado em Portugal

[Bruno Lima Rocha] Desde que foi lançada, a Operação é uma campeã de audiência e recordista nacional em exposição seletiva. ---- A Operação Lava Jato é um marco na história brasileira em todos os sentidos. Ao afirmar que é marcante e criva um paradigma, não me refiro a esta operação jurídico-policial como necessariamente positiva. No final das contas, o volume de dúvidas é equivalente ao de certezas. Ficamos na dúvida se a operação criminaliza toda atividade de Estado e nos certificamos que as empreiteiras de sempre são culpadas de novo. ---- Este marco da Lava Jato também implica na ascensão de uma nova elite do Estado. Definitivamente, vivemos um período de restauração de tipo republicana, com discurso jacobino, práticas liberal-oligárquicas e a representação da “pureza” por parte de magistrados federais, promotores e procuradores, além de delegados da Polícia Federal.

Publicado em Brasil
Terça, 12 Julho 2016 15:26

A mídia como bode expiatório?

Nas conversas de boteco, a mídia sempre é culpada por tudo o que é mal compreendido. Os que ganham o pão na TV, publicidade, cinema ou fazendo revistas – especialmente as femininas – sabem que quando a pauta da conversa é juventude hiper-sexualizada, eles serão os principais acusados. É um fato que, frente aos problemas da sociedade, é muito difícil discriminar a influência de uma fonte de informação sem considerar a contaminação por outras (lembro agora os outdoors da Playboy que todos os turistas que vinham a Brasil fotografavam como exemplo de exposição involuntária das belezas locais).

Publicado em Mundo
Terça, 12 Julho 2016 14:26

Informação pública num país polarizado

[Denize Bacoccina] No Carnaval deste ano, em meio a uma profusão de notas sobre a animação dos foliões e fotos com mulheres em trajes sumários nas escolas de samba em sites de notícias de todo o país, a Agência Brasil publicou uma reportagem sobre uma pesquisa mostrando que quase metade dos homens considera que “bloco de rua não é lugar de mulher direita”. A grande repercussão da matéria, exclusiva, mostrou que – mesmo em meio à folia de Momo – existe espaço no jornalismo para uma discussão mais séria sobre o machismo e o espaço da mulher na sociedade. 

Publicado em Brasil

Autora de diversos livros, a psicanalista e jornalista Maria Rita Kehl é também conhecida por suas análises críticas aos meios de comunicação no Brasil.

Publicado em Brasil

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Ritech

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar