Publicidade

Diário Liberdade
Quarta, 10 Mai 2017 20:34 Última modificação em Sexta, 02 Junho 2017 17:42

Identificada Elba, a pastora “galega” de há 9.300 anos

Avalie este item
(1 Voto)
País: Galiza / Cultura/Música / Fonte: GCiência

O Instituto Parga Pondal reconstrói o aspeto e a vida desta mulher do Mesolítico que morreu quando viajava com o seu rebanho de uros.

Media um metro e meio. Era intolerante à lactose. Tinha umha cicatriz na cabeça, padecia artrose e sofria dor de dentes molares. Um dia de há 9.300 anos caminhava por um carreiro de montanha, perto de Pedrafita do Cebreiro, e caiu acidentalmente num grande buraco, junto com os três exemplares de uro -um gigante bovino já extinto- que compunham o seu rebanho. Agora, 93 séculos mais tarde, esta pastora tem nome: Elba, umha homenagem à palavra numha língua celta que significa “a que vem dos montes”. E quem a “batizou” fórom cientistas do Instituto de Geologia Isidro Parga Pondal, junto a prestigiosos genetistas galegos que acabárom de documentar a vida da mulher até agora desconhecida.
Os restos de Elba fôrom encontrados na chamada Cova do Uro. Primeiro o cránio, em 1996, e depois os outros restos. Agora, a revista Cadernos do Laboratório Geológico da Laxe, do Instituto Parga Pondal, publica umha exaustiva investigaçom, que oferece todos os dados sobre esta mulher do Mesolítico.

Sabe-se que Elba morreu entre os 20 e os 40 anos, e que tinha cabelo e olhos escuros. Também, num informe antropológico forense, os investigadores pudérom reconstruir o aspeto que podia ter esta pastora. E nom só figérom um debuxo aproximado, como também umha projeção em três dimensons, como vemos na imagem anexa.

Graças à investigaçom do Instituto Parga Pondal, Elba converte-se na primeira mulher do Mesolítico estudada geneticamente na península Ibérica. E graças a esta revolucionária investigaçom, podemos conhecer a sua vida há nove milénios.

Diário Liberdade é um projeto sem fins lucrativos, mas cuja atividade gera uns gastos fixos importantes em hosting, domínios, manutençom e programaçom. Com a tua ajuda, poderemos manter o projeto livre e fazê-lo crescer em conteúdos e funcionalidades.

Doaçom de valor livre:

Microdoaçom de 3 euro:

Adicionar comentário

Diário Liberdade defende a discussom política livre, aberta e fraterna entre as pessoas e as correntes que fam parte da esquerda revolucionária. Porém, nestas páginas nom tenhem cabimento o ataque às entidades ou às pessoas nem o insulto como alegados argumentos. Os comentários serám geridos e, no seu caso, eliminados, consoante esses critérios.
Aviso sobre Dados Pessoais: De conformidade com o estabelecido na Lei Orgánica 15/1999 de Proteçom de Dados de Caráter Pessoal, enviando o teu email estás conforme com a inclusom dos teus dados num arquivo da titularidade da AC Diário Liberdade. O fim desse arquivo é possibilitar a adequada gestom dos comentários. Possues os direitos de acesso, cancelamento, retificaçom e oposiçom desses dados, e podes exercé-los escrevendo para diarioliberdade@gmail.com, indicando no assunto do email "LOPD - Comentários".

Código de segurança
Atualizar

Publicidade

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Ritech

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar