Publicidade

Diário Liberdade
Segunda, 04 Julho 2016 18:19

Agora Galiza celebra o seu primeiro aniversário

Avalie este item
(0 votos)
País: Galiza / Resenhas / Fonte: Agora Galiza

Comunicado de Agora Galiza polo seu primeiro aniversário.

Primeiro aniversário de Agora Galiza

Há exatamente um ano nascia Agora Galiza como organizaçom socialista e feminista galega de libertaçom nacional.

Somos consequência do processo de implosssom interno que uns dias antes provocou a dissoluçom de NÓS-Unidade Popular como expressom política da esquerda independentista de orientaçom socialista.

Somos pois filhos e filhas da derrota, mas nom somos derrotistas nem estamos derrotadas.Confiamos na imensa capacidade da nossa classe e do nosso povo para dotar-se das ferramentas de defesa e luita ajeitadas para combater o inimigo.

As bases da reorganizaçom do campo da esquerda revolucionária galega fôrom paralelas aos dias turbulentos e convulsos da primavera de 2015.Nom renunciamos ao noso passado coletivo. Com orgulho reivindicamos plenamente a trajetória e legado de NÓS-UP. Assumimos todos os seus erros, mas basicamente os seus acertos pois sem dúvida algumha prevalecem no balanço do perídodo 2001-2015 do que se denominou a nova esquerda independentista.

Um ano depois reconhecemos com modéstia e honestidade revolucionária que ainda estamos mui afastados de atingirmos os objetivos marcados na Assembleia Constituínte de 4 de julho de 2015. Nom ocultamos a nossa incapacidade transitória para impulsionar e desenvolver esta ferramenta de luita tal como a realidade da exploraçom de classe e a assimilaçom nacional demanda e a nossa vontade revolucionária exige.

Mas continuamos firmes na vontade inquebrantável de reconstruirmos o campo da esquerda combativa, da esquerda anticapitalista, independentista e feminista galega, da esquerda que nom se submete à lógica do Capital nem se conforma com gerir as migalhas da autonomia que nos concede Espanha.

Neste ano carregado de adversidades econtratempos lográmos algo tam básico como evitarmos a discontinuidade orgánica que tem caraterizado o movimento de libertaçom galego. E nom deixar-nos adulterar polas modas imperantes nem arrastar pola promiscuidade ideológica. Nom renuciamos nem arriamos pois a bandeira da Revoluçom Galega, a nossa verdadeira razom de ser.

A conjuntura social e política é extremadamente adversa, caraterizada pola ofensiva nacional e internacional combinada do capitalismo e o imperialsimo, pola hipnose eleitoralista que tem desmovimentado a maioria da nossa classe e do nosso povo, fascinado polo ilusionismo de foráneos prestigitadores televisivos.

Sabemos que esta etapa de refluxo é passageira, que as estrategias imperantes estám condenadas ao fracasso, que nom som úteis nem para defender o povo trabalhador e empobrecido da Galiza nem a Patria das agressons que padece por Espanha e a UE.

Mediante o combate ideológico, as tarefas centrais neste período tam adverso som deslindar e confrontar com as falsas alternativas reformistas, para criar as condiçons subjetivas que nos permitam acumular para luitar com eficácia pola única saída possível para mudar o atual estado de cousas: a rutura democrática e um processo constituínte.

Nom para ter voz prória nas instituiçons burguesas tanto as autóctones como as da metrópole, tampouco para deixar-se arrastar na mansedume da maré baixa. Luitamos para contribuir para provocar um tsunami que arrase com a exploraçom de classe, a dominaçom de género e a opressom nacional. E esta possibilidade nom emana de umha maioria aritmética parlamentar nem dumha saída eleitoral.

Agora Galiza agradece a todas as companheiras e companheiros que tenhem contribuído para a nossa construçom, a todas as pessoas simpatizantes que nos tenhem alentado, estimulado e reconfortado com o seu apoio e colaboraçom, pois sem elas nom seria possível comemorar este primeiro aniversário.

A luita é o único caminho!

Direçom Nacional de Agora Galiza

Na Pátria, 4 de julho de 2016

Diário Liberdade é um projeto sem fins lucrativos, mas cuja atividade gera uns gastos fixos importantes em hosting, domínios, manutençom e programaçom. Com a tua ajuda, poderemos manter o projeto livre e fazê-lo crescer em conteúdos e funcionalidades.

Doaçom de valor livre:

Microdoaçom de 3 euro:

Adicionar comentário

Diário Liberdade defende a discussom política livre, aberta e fraterna entre as pessoas e as correntes que fam parte da esquerda revolucionária. Porém, nestas páginas nom tenhem cabimento o ataque às entidades ou às pessoas nem o insulto como alegados argumentos. Os comentários serám geridos e, no seu caso, eliminados, consoante esses critérios.
Aviso sobre Dados Pessoais: De conformidade com o estabelecido na Lei Orgánica 15/1999 de Proteçom de Dados de Caráter Pessoal, enviando o teu email estás conforme com a inclusom dos teus dados num arquivo da titularidade da AC Diário Liberdade. O fim desse arquivo é possibilitar a adequada gestom dos comentários. Possues os direitos de acesso, cancelamento, retificaçom e oposiçom desses dados, e podes exercé-los escrevendo para diarioliberdade@gmail.com, indicando no assunto do email "LOPD - Comentários".

Código de segurança
Atualizar

Publicidade

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Ritech

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar