Publicidade

Diário Liberdade
Segunda, 12 Setembro 2016 15:24 Última modificação em Domingo, 25 Setembro 2016 12:02

Após cinco grandes manifestações, Catalunha caminha para a independência em menos de um ano

Avalie este item
(1 Voto)
País: Paísos Cataláns / Direitos nacionais e imperialismo / Fonte: Diário Liberdade

Desde mais de uma hora antes do início das manifestações da Diada [o Dia Nacional da Catalunha], já havia rios de pessoas em Barcelona, Berga, Lleida, Salt e Tarragona. Foram cinco grandes manifestações, que reuniram em conjunto centenas de milhares de manifestantes: a mais multitudinária, em Barcelona, mas também em Berga, Lleida, Salt e em Tarragona foram as mobilizações mais grandes dos últimos anos.

batec conjunto (click aqui para ver o vídeo) das cinco cidades no final do ato, logo de lido o manifesto por Maria Barbal, Núria Picas, Gerad Quintana, Manolo Tomàs e Pere Portabella, foi um dos momentos mais emotivos da jornada.

Assim que o ato terminou, o presidente da Assemblea Nacional Catalana (ANC, entidade civil catalã promotora da independência do Principado), Jordi Sànchez, pediu às instituições catalãs unidade e também determinação para poder fazer um referendo sobre a independência, que o regime espanhol teima em proibir através do aparelho judicial ao seu serviço e de toda a classe de ameaças, inclusive militares.

"Não duvidem nem um momento em colocar as urnas", pediu Sànchez, que argumentou que esta "é a linguagem que o mundo democrático entende, a melhor homenagem à democracia e aos povos livres do mundo, e o melhor instrumento para manter este país como um povo unido", porque "todo mundo aceitará o resultado de um referendo pela independência".

Do seu lado, o presidente de Òmnium Cultural, a outra grande entidade da sociedade catalã reivindicando a independência, Jordi Cuixart, celebrou a grande participação nesta nova manifestação. "Que ninguém s eatreva a duvidar mais nunca do povo da Catalunha. Queriam-nos vencidos e hoje dissemos-lhes que nunca render-nos-emos", exclamou.

Governo catalão mantém rumo à independência e CUP importante papel

Precisamente, o Presidente do governo autónomo, Carles Puigdemont, avisou com ocasião desta Diada que para estas datas do ano próximo, espera ter já convocadas eleições constituintes para o Parlamento da Catalunha independente. Previamente, explicou, tentará pactuar um referendo com o regime monarquico espanhol, mas se Madrid não aceitar, garantiu um processo unilateral.

Puigdemont submeterá o seu mandado a uma questão de confiança nas próximas semanas, para a qual a esquerda revolucionária catalã, com presença parlamentar através das Candidaturas d'Unitat Popular (CUP) já anunciou o seu apoio.

Apesar da crise que atravessa, o papel das CUP em todo o processo tem sido até agora fundamental. Não tanto por permitir uma maioria parlamentar independentista quanto por obrigar a manter um processo nídio e sem pausas ao governo do burguês Carles Puigdemont. Ainda, sem esquecer a atividade de rua, a CUP tem forçado um suavizamento nos brutais cortes que o neoliberalismo catalão vinha aplicando à classe trabalhadora do país mediterráneo nos últimos anos.

A CUP mantém intacta, entretanto, a sua aposta por umha Catalunha socialista cujo nascimento tenha na independência o seu seguinte passo, e por alargar a libertação nacional não apenas ao principado, mas ao conjunto dos Países Catalães, cujo território está dividido entre três estados (o Espanhol, o Francês e Andorra).

Reino de Espanha continua sem compreender e aposta na mentira e a repressão

E entretanto, mais surpreendente que a corajosa luita catalana, é um Reino de Espanha que continua sem compreender nada do que acontece. Às continuas denúncias que o governo em funçons contra dirigentes catalãs e catalães, somou-se na jornada de ontem um patético espectáculo de desinformação através da imprensa do regime espanhol.

Alguns diários, como o ultra La Razón, chegou a assegurar que o independentismo "perde força", contra todo sinal de uma realidade que levou as ruas mais de um milhão de pessoas. Perante a evidência, outros jornais, como o El País, tivêrom que admitir, sim, "Mais umha Diada multitudinária".

Imagens das manifestações

Berga:v

El Paseig de la Pau de #Berga#11s2016#diada#Berguedà#independènciapic.twitter.com/AcSoVQLs2T

— Albert Molina (@AlbMolina) September 11, 2016

Barcelona:

Captura de pantalla 2016-09-11 a les 17.10.44Captura de pantalla 2016-09-11 a les 17.12.11

Captura de pantalla 2016-09-11 a les 17.44.33

Tarragona:

Captura de pantalla 2016-09-11 a les 16.27.54

Lleida:

d2d0ab2f82edaebbaca2d43aff364bab.jpeg

Captura de pantalla 2016-09-11 a les 17.09.17

Inclui imagens e informações de Vilaweb.

Diário Liberdade é um projeto sem fins lucrativos, mas cuja atividade gera uns gastos fixos importantes em hosting, domínios, manutençom e programaçom. Com a tua ajuda, poderemos manter o projeto livre e fazê-lo crescer em conteúdos e funcionalidades.

Doaçom de valor livre:

Microdoaçom de 3 euro:

Adicionar comentário

Diário Liberdade defende a discussom política livre, aberta e fraterna entre as pessoas e as correntes que fam parte da esquerda revolucionária. Porém, nestas páginas nom tenhem cabimento o ataque às entidades ou às pessoas nem o insulto como alegados argumentos. Os comentários serám geridos e, no seu caso, eliminados, consoante esses critérios.
Aviso sobre Dados Pessoais: De conformidade com o estabelecido na Lei Orgánica 15/1999 de Proteçom de Dados de Caráter Pessoal, enviando o teu email estás conforme com a inclusom dos teus dados num arquivo da titularidade da AC Diário Liberdade. O fim desse arquivo é possibilitar a adequada gestom dos comentários. Possues os direitos de acesso, cancelamento, retificaçom e oposiçom desses dados, e podes exercé-los escrevendo para diarioliberdade@gmail.com, indicando no assunto do email "LOPD - Comentários".

Código de segurança
Atualizar

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Ritech

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar