Publicidade

Diário Liberdade

Só depois da morte do filho é que dona Zilda prestou atenção na música dos Racionais MC. Bombeta, ou boné e moletom são para dona Zilda o RG - número da Carteira de Identidade - de quem vive na periferia.

Publicado em Brasil

[Peter Robe] Comitês locais de estudantes secundaristas e universitários junto a grupos antirracistas, de refugiados e de esquerda convocam mobilizações e greves estudantis em seis cidades.

Publicado em Mundo
Quinta, 29 Setembro 2016 15:49

Retratos de um genocídio

[André Antunes] A cada 23 minutos um jovem negro é morto no Brasil. Movimentos de vários estados do país se articulam para denunciar o que classificam como um genocídio da população negra.

Publicado em Brasil
Quinta, 22 Setembro 2016 16:38

Pequena crônica do eterno retorno à brasileira

Por Rodrigo Barradas

Terça-feira (20). Indo num banco, vi um cara na orla da cidade de Olinda, Brasil, com as mãos na cabeça. A polícia o estava revistando. Revistando suas coisas: uma sacola plástica, dessas de supermercado. O cara, óbvio, aparentava ser bem pobre. Era negro. Os policiais, com uma farda dessas da Polícia Militar de praia, "cujo o corte relaxado, minimalista, aliado à cor da paz, produz mensagem de limpeza e simplicidade cujo papel pode ser lido como contraste ao clima de violência nas ruas"... Er... e fazia uma casadinha com aqueles veículos engraçados de seguranças de shopping center.

Publicado em Brasil

"O 4 de agosto de 2011 ás 8 da tarde, A.G, despois de considerar que os seus dereitos foran vulnerados ao ser apuntado cunha pistola no peito e na cabeza por dous axentes locais, mentres estaba sentado cos seus compañeiros á altura dos taxis do Obelisco en A Coruña, procedeu a interpoñer unha denuncia contra os dous axentes que o agrediran na comisaría da policía nacional", explica SOS Racismo.

Publicado em Galiza
[Tradução de Raphael Sanz] Quando o candidato à presidência dos Estados Unidos, Donald Trump, pelo Partido Republicano, se referiu ao México com insultos, o primeiro em alçar a voz foi o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro: “Eu, como presidente da Venezuela de Bolívar e Chávez lanço minha voz em defesa do povo mexicano, ofendido por esta peruca ambulante. Que indignação. Quem se mete com o México, se mete com a Venezuela. Repudio totalmente as palavras deste bandido e ladrão”.
Publicado em Opiniom Própria
Quinta, 18 Agosto 2016 14:54

Kuntas Kinte contemporâneos

[Rafael Silva] 150 anos depois da Guerra de Secessão, cujo virtuoso resultado histórico foi o fim da escravidão de negros na América do Norte, novamente “os Estados Unidos estão em situação de quase guerra civil em torno das tensões de origem racial”, alerta Flávio Aguiar, correspondente internacional da Rede Brasil Atual. Essa crise, no entanto, está anunciada desde 2014 quando a morte do jovem negro Michael Brown por um policial branco, no Missouri, originou a mobilização “Black Lives Matter” (Vidas dos Negros Importam) e a denúncia sistemática das práticas racistas das forças policiais norte-americanas. E com as mortes, também por policiais brancos, de outros dois negros, Alton Sterling, em 5 de julho de 2016, na Louisiana, e Philando Castile, no dia seguinte, em Minnesota, a tensão racial voltou a conturbar a arena social dos EUA, com milhares de pessoas protestando nas principais cidades do país.

Publicado em Opiniom Própria

[Pedro Marin] A cidade de Milwaukee, no estado de Wisconsin, nos EUA, enfrentou no último domingo (14) a segunda noite consecutiva de protestos, após o jovem negro Sylville Smith, de 23 anos, ter sido baleado e morto por um policial negro no sábado.

Publicado em Mundo
Terça, 09 Agosto 2016 18:02

Ouro de Rafaela Silva é vitória das minorias

Mulher, negra, da Cidade de Deus. Eliminada da Olimpíada de Londres em 2012, Rafaela Silva sofreu com ataques racistas e até mesmo com uma depressão.

Publicado em Brasil

No dia 31 de julho, adornado de adesivos que publicitavam o “Fora Temer, não ao golpe”, após o ato contra o golpe, alguns coxinhas, “mauricebas e patricebas” desmiolados, me abordaram na rua de forma bastante ofensiva e raivosa: “só pode ser um petista comunista”, “vai pra Cuba”, “Marx era racista, protonazista” gritava uma com ares de superioridade e mais um desfile de pérolas fundamentadas num senso comum vil, típico de imbecis sem cérebro que jamais leram algo de Marx, mas muita Veja.

Publicado em Brasil

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Ritech

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar