Publicidade

Diário Liberdade

Rui Falcão destacou em entrevista e é colocado no site do PT em evidência – “O PT não apoiará candidatos que votaram pelo impeachment ou que apoiaram publicamente o impeachment”. Esta

Publicado em Brasil

[Eduardo Maretti] Para Analúcia Danilevicz Pereira, da UFRGS, não há dúvida de que os Estados Unidos encaram impeachment de forma positiva, mas Casa Branca vai "tratar a questão com muita reserva e cautela"

Publicado em Brasil
Domingo, 15 Mai 2016 17:01

Dilma, inquebrantável

[Ilka Oliva Corado] “Devíamos tê-la matado”, terão repetido centenas de vezes seus torturadores quando viram-na se tornar a primeira mulher presidenta do Brasil. Ou quem sabe tenham desejado que também como Evita, o câncer a fizesse desaparecer (momentaneamente, porque é imortal) do cenário político. Há um antes e um depois de Dilma no Brasil e na América Latina. Uma mulher presidente vencendo o patriarcado e a diferença de gênero. Uma mulher que em seu governo criou políticas de inclusão de gênero. Políticas sociais que beneficiaram milhões de subjugados que a oligarquia somente pode ver como peões que há séculos são explorados e os quais apenas quer continuar explorando.

Publicado em Opiniom Própria
Domingo, 15 Mai 2016 01:28

Tiraram Dilma para Cristo

[Rafael Silva] “Honesta, Dilma pode ser afastada por criminosos”, dizia o The new York times em 13 de abril de 2016. E foi! Um mês depois da manchete do jornal americano, em 13 de maio, a presidenta democraticamente eleita pelo voto direto de 54.501.118 de cidadãos brasileiros está afastada. Nem foi difícil. Bastaram precisos 422 votos golpistas -367 de deputados federais e 55 de senadores da república- para anular os mais de 54 milhões de votos com os quais Dilma se elegeu. Os vitoriosos votos golpistas são pouquíssimos, porém, temos de reconhecer, têm poder: o poder da velha oligarquia política-econômica tupiniquim.

Publicado em Opiniom Própria
Sexta, 13 Mai 2016 07:07

Assalto ao poder no Brasil

Uma quadrilha de bandidos tomou por assalto a presidência do Brasil. Ela é integrada por três atores principais: por um lado, um elevado número de parlamentares (lembrar que sobre dois terços deles pesam gravíssimas acusações de corrupção), a maioria dos quais chegou ao Congresso como produto de uma absurda legislação eleitoral que permite que um candidato que obtenha apenas umas poucas centenas de votos ganhe uma cadeira graças à perversa magia do “quociente eleitoral”. Tais eminentes ninharias puderam destituir provisoriamente a quem chegou ao Palácio do Planalto com o aval de 54 milhões de votos.  

Publicado em Outras Vozes
Quinta, 12 Mai 2016 18:48

Carta ao pai

Por: Eduardo Vasco

Publicado em Brasil
Quinta, 12 Mai 2016 09:46

Abaixo o governo golpista de Temer!

[Alejandro Acosta] No dia de ontem e hoje, 11 e 12 de maio, aconteceu a votação da abertura definitiva do processo de impeachment contra o governo Dilma. O desfecho do golpe parlamentar contra o PT somente podia ser a vitória da direita no Senado Federal.

Publicado em Brasil

[Manuel Raposo] O carnaval montado na Câmara dos Deputados brasileira, a que todo o mundo pôde assistir em directo na noite de 17 de Abril, não pode ter outro nome que não seja o de um golpe de Estado — palaciano, no caso.

Publicado em Brasil

[Hamilton Octavio de Souza] A avaliação dos erros do lulismo e dos governos do PT é condição imprescindível na luta em defesa da democracia, por reformas estruturais e para a organização e fortalecimento das classes trabalhadoras.

Publicado em Brasil

[Rafael Silva] Os verdadeiros cidadãos brasileiros, aqueles que são contrários ao impeachment de Dilma Rousseff porque sabem que, na verdade, trata-se de um golpe contra o Estado brasileiro, sua jovem democracia e sobretudo contra as políticas sociais implantadas no Brasil a despeito dos interesses da velha oligarquia tupiniquim, estes cidadãos experimentam perplexos a impotência dessa instituição chamada cidadania em uma democracia representativa.

Publicado em Brasil

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Ritech

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar