Publicidade

Diário Liberdade

​O Cineclube de Compostela celebra a partir das 19:00 horas este sábado 22 de abril a súa Festa de 16 Aniversario. Esta nova edición da celebración anual do Cineclube vai contar coa proxección das curtametraxes O señor Jazz mozo (Young Mr. Jazz, Hal Roach, EUA, 1919), Those were the Days (Those were the Days, Aki Kaurismäki, Finlandia, 1992) e Mentres teñamos a embriaguez (Pourvu qu’on ait l’ivresse, Jean-Daniel Pollet, Francia, 1958) e as actuacións de MounQup, Guateque Escampe e Lamprea Explosiva, ademais do picadiscos DJ Chapaev. Como vén sendo habitual, a festa será no Centro Social O Pichel (Santa Clara, 21). Os concertos terán unha entrada de entre 5 e 8€ (a decidir por cada persoa asistente), destinada integramente aos grupos.

Publicado em Galiza
Sexta, 14 Abril 2017 08:32

A tão visitada figura de Che Guevara

[Mireya Castañeda] Ernesto Guevara de la Serna (1928-1967), o mítico Che Guevara, é uma figura histórica tão apaixonante que inúmeros cineastas, bem seja a partir do documentário ou da ficção, tentaram se aproximar de sua intensa vida.

Publicado em América Latina

Cineclube de Compostela acolle este mércores 5 de abril  unha sesión especial, en colaboración co MelonaFest #2 organizado por La Melona, no que poderemos ver unha serie de curtametraxes experimentais musicadas en directo por Lois Carlín e por Montaña Muerte. A sesión terá lugar, como é habitual, no CS O Pichel (Santa Clara, 21) a partir das 21:30 horas.

Publicado em Galiza

[Kim Petersen, Tradução de Alejandro Garcia] Isto é a continuação de uma entrevista (ver parte 1) com o cineasta Scott Noble baseada no seu documentário, com várias partes, Counter-Intelligence. Os documentários de Noble podem ser vistos em linha, grátis, em metanoia-films.org.   

Publicado em Mundo

[Kim Petersen, Tradução de Alejandro Garcia] Scott Noble é um extraordinário produtivo cineasta que construiu uma impressionante colecção de documentários na Metanoia Films. Os filmes tratam de tópicos como a determinação dos plutocratas de se entrincheirar e manter o seu poder e fortuna através de uma miríada de meios — entre as quais operações psicológicas, operações negras, propaganda, desinformação e mais. No ano passado, após ter visto Counter Intelligence, que aborda como os tentáculos das agências de espionagem se impregnaram nos governos e sociedades, tanto nacionais como internacionais, iniciei uma entrevista com Noble para aclarar mais tópicos levantados no filme.

Publicado em Mundo

Cineclube de Compostela continúa a súa programación coa proxección, este mércores 15 de marzo, da ópera prima en cinema de Christian PetzoldA seguridade interior (Die innere Sicherheit, Alemaña, 2000), un filme político e poético que mostra a vida clandestina dun matrimonio de antigos militantes da Fracción do Exército Vermello alemán e a súa filla adolescente. A sesión terá lugar, como é habitual, no CS O Pichel (Santa Clara, 21) a partir das 21:30 horas.

Publicado em Galiza
Domingo, 12 Março 2017 12:46

O que aprendi com Logan

[Henrique Canary] (Não contém spoilers) A última aparição de Hugh Jackman como Wolverine nos cinemas era, sem dúvida, um dos eventos mais esperados do ano.

Publicado em Mundo

[Rodrigo Moura] A literatura, o cinema e outros tipos de arte tiveram uma importância inimaginável no que tange ao processo de reconstrução da identidade e da memória galega, posto que através desses tipos de manifestações artísticas foi possível manter viva toda a cultura e história galega que durante muito tempo sofreu com a repressão e a censura do governo espanhol. Numa sociedade em que a fragmentação está em destaque, o retorno, o repensar uma cultura se torna algo de extrema importância. O medo e o terror aparecem também como memória e serve como auxílio para o não esquecimento de uma parte obscura da História de Galiza. Zygmunt Bauman em "O medo Líquido" (2008) discorre sobre a criação de novas realidades tanto nas artes quanto na vida real, sendo, portanto, uma parte importante da reconstrução da identidade de um povo:

Publicado em Galiza

[Xandra Stefanel] Documentário explora o que é ser negro nos Estados Unidos; exposição celebra ícone da capital paulista; álbum faz crítica à cidade de São Paulo; e festival reúne rap, hip hop e cultura de rua no Glicério.

Publicado em Brasil

  

Curtametragem produzida em The Animation Workshop de Viborg, Dinamarca.

Publicado em América Latina

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Ritech

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar