Publicidade

Diário Liberdade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Quarta, 29 Junho 2016 19:29 Última modificação em Quinta, 30 Junho 2016 03:01

Estivadores de Lisboa conseguem novo contrato coletivo só após forte e continuada mobilização Destaque

Avalie este item
(1 Voto)
País: Portugal / Laboral/Economia / Fonte: Diário Liberdade

Os estivadores do Porto de Lisboa, já têm novo contrato.

Foi na terça feira dia 28 de junho assinado o novo contrato colectivo de trabalho, resultado das negociações que decorrem desde janeiro e da pressão exercida pela categoria.

O contrato é válido durante seis anos e prevê uma nova tabela salarial, com dez níveis, e um novo "regime de progressão na carreira, com um registo misto de progressões automáticas por decurso do tempo e de progressão por mérito, com base em critérios objetivos".

Diário Liberdade em campanha de financiamento. Apoia os meios populares, Doa agora!

O acordo garante ainda que a empresa de trabalho temporário (ETT) Porlis não irá mais contratar trabalhadores, e a situação dos atuais trabalhadores contratado por intermédio da ETT será resolvida no prazo máximo de dois anos. Ao longo dos próximos seis meses 23 trabalhadores da Porlis serão integrados nos quadros da Empresa de Trabalho Portuário de Lisboa. Este ponto foi, para António Mariano, presidente do sindicato, considerado como a principal “vitória” do processo.

Ficou também determinado que determinadas funções, mais exigentes, serão executadas "prioritariamente por trabalhadores portuários com experiência e preparação para as exercer", tal como os e as estivadoras reclamavam.

A categoria consegue avanços só depois de uma greve que durou um mês e das manifestações ao longo do mês de junho, e tendo enfrentado uma guerra total do governo. As e os estivadores chegaram a enfrentar uma séria ameaça de despedimento coletivo, apesar do qual continuaram à frente com a sua mobilização, que conseguiu aderir outros elementos precarizados da classe trabalhadora portuguesa.

Diário Liberdade é um projeto sem fins lucrativos, mas cuja atividade gera uns gastos fixos importantes em hosting, domínios, manutençom e programaçom. Com a tua ajuda, poderemos manter o projeto livre e fazê-lo crescer em conteúdos e funcionalidades.

Doaçom de valor livre:

Microdoaçom de 3 euro:

Adicionar comentário

Diário Liberdade defende a discussom política livre, aberta e fraterna entre as pessoas e as correntes que fam parte da esquerda revolucionária. Porém, nestas páginas nom tenhem cabimento o ataque às entidades ou às pessoas nem o insulto como alegados argumentos. Os comentários serám geridos e, no seu caso, eliminados, consoante esses critérios.
Aviso sobre Dados Pessoais: De conformidade com o estabelecido na Lei Orgánica 15/1999 de Proteçom de Dados de Caráter Pessoal, enviando o teu email estás conforme com a inclusom dos teus dados num arquivo da titularidade da AC Diário Liberdade. O fim desse arquivo é possibilitar a adequada gestom dos comentários. Possues os direitos de acesso, cancelamento, retificaçom e oposiçom desses dados, e podes exercé-los escrevendo para diarioliberdade@gmail.com, indicando no assunto do email "LOPD - Comentários".

Código de segurança
Atualizar

Publicidade
Publicidade

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Ritech

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar