Publicidade

Diário Liberdade

[Gilson Dantas] No célebre O capital, Marx explica, pormenorizadamente, como se dá o mecanismo através do qual toda a riqueza realmente existente, todo o capital acumulado pelos donos de fábricas, bancos e empresas é levantado a partir do chão de fábrica. Como toda a riqueza do capitalista é construída a partir das horas de trabalho gratuito extraídas [roubadas, dirá alguém] no chão de fábrica, do operário.

Publicado em Mundo

Antes de tudo, é necessário enfatizar que não existe classe dominante boazinha em nenhuma parte do mundo capitalista. Todas elas buscam a maximização dos lucros e o controle do poder político na sociedade para exercer o seu domínio. Também não têm escrúpulos: quando seu poder está em jogo, não hesitam em se utilizar de qualquer meio, método, ilegalidade ou brutalidade para manter o controle social e político. Não podemos esquecer que a “esclarecida” burguesia alemã recorreu ao nazismo para restabelecer plenamente a dominação, da mesma forma que as burguesias italianas e japonesas recorreram ao fascismo para se manter no poder e disciplinar os trabalhadores.

Publicado em Opiniom Própria
Quinta, 05 Abril 2018 06:00

O socialismo jurídico

[João Paulo Holanda*] Em 1887, Friedrich Engels e Karl Kautsky publicaram anonimamente, na revista da socialdemocracia alemã A Nova Gazeta, um artigo intitulado O socialismo jurídico. Com título por si só mordaz, o artigo objetivava criticar duramente a obra do jurista Anton Menger – que, na época, vinha conquistando espaço e ganhando prestígio nos círculos socialistas. De origem austríaca, Menger foi professor de Direito Processual Civil, além de reitor da Universidade de Viena. Em seu livro, O direito ao produto integral do trabalho historicamente exposto (1886), Menger acreditava ser possível reformular o socialismo a partir da perspectiva jurídica e, com isso, transformar o ordenamento jurídico por meios exclusivamente pacíficos. E é sobretudo em oposição a isto – a ideia reformista segundo a qual a luta do movimento operário deve ser travada exclusivamente pelo aumento progressivo de direitos – que Engels e Kautsky firmam o ponto de vista revolucionário. No entanto, é válido ressaltar que, embora colabore na redação do artigo, Kautsky anos mais tarde viria a abandonar a perspectiva marxista, tornando-se, nas palavras de Lênin, um renegado.

Publicado em Mundo

Se há uma tese persistente na esquerda brasileira, a despeito de toda sua diversidade, é a da existência de uma burguesia nacional, notadamente industrial, que poderia contribuir em um programa político de emancipação nacional, fortalecimento da democracia e dos direitos sociais.

Publicado em Opiniom Própria
Terça, 10 Outubro 2017 08:11

A face oculta da crise brasileira

[Ivonaldo Leite*] A longa crise política brasileira tem proporcionado oportunidades para se analisar e tirar ilações dos mais diversos aspectos políticos, econômicos e sociais. Do caráter oligárquico do capitalismo brasileiro aos equívocos do PT, do atraso mental do establishment nacional às asneiras repisadas com ar de sapiência por parvos, da indigência teórica de determinados “intelectuais” à falta de projetos da esquerda, da manipulação da grande imprensa à politização do judiciário, de tolices à ascensão de manifestações fascistas, da pequena e da grande corrupção à desfaçatez dos corruptos. De tudo vai-se tendo um pouco.

Publicado em Brasil

Essa é a questão central da situação política nacional, a derrubada de Temer iniciada pelos donos do golpe pode ser arrematada pela força das massas populares. A manifestação em Brasília, na última semana, revelou-a com toda clareza.

Publicado em Brasil
Segunda, 27 Março 2017 21:40

Empresário-de-si-mesmo versus Proletário-mesmo

[Rafael Silva, Laboratório Filosófico] A expressão “proletário-de-si-mesmo” seria algo redundante, uma vez que o proletário, de certa forma, já é um “si-mesmo”: aquele que, solitariamente, vende sua força de trabalho para sobreviver, e assim mesmo permanece, mais ainda, assim deve permanecer para o bem do capitalismo.

Publicado em Opiniom Própria

As recentes denúncias de corrupção e promiscuidade entre o setor público e privado nas áreas construção civil e petróleo e gás levantadas pela Operação Lava a Jato e, mais recentemente, as denúncias de uma série de irregularidades sanitárias na produção dos principais monopólios de processamento de carnes ressuscitaram um velho debate sobre o papel da burguesia nacional no País e trouxeram de volta os ingênuos defensores da chamada burguesia brasileira.

Publicado em Opiniom Própria

[Roberto Bitencourt da Silva] Amplos setores da militância petista, dos seus aliados políticos e simpatizantes, sobretudo, no webjornalismo alternativo, estão demonstrando significativos sintomas da síndrome de Estocolmo.

Publicado em Brasil

[Rui Costa Pimenta*] Tive a oportunidade, recentemente, de ouvir uma preleção do deputado do PSOL, Jean Willys sobre a situação política brasileira muito esclarecedora do pensamento da esquerda pequeno-burguesa brasileira e internacional no seu conjunto.

Publicado em Brasil

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Ritech

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar