Publicidade

Diário Liberdade

[Elijah J. Magnier, Tradução da Vila Vudu] Muito ceticismo cerca o destino da cidade de Idlib depois do acordo firmado entre os dois presidentes, Vladimir Putin e Recep Tayyip Erdogan, que levou à suspensão da operação militar longamente esperada contra os jihadistas e seus aliados. Só uns poucos detalhes do acordo foram revelados, mas o suficiente para lançar dúvidas sobre se é plenamente válido e sustentável. Mesmo assim, há otimismo generalizado no lado russo, iraniano e turco – e os jihadistas em Idlib e arredores já não veem uma confrontação como inevitável. A diferença chave agora, depois do acordo Putin-Erdogan, é que a Turquia não mais estará presente para defender jihadistas, nem Erdogan agitará o caldeirão europeu, com ameaças de um “êxodo de milhões” (para o velho continente), alavanca para impedir a batalha de Idlib.

Publicado em Mundo

[Rostislav Ishchenko, Tradução da Vila Vudu] Aleksandr Sergeyevich Pushkin não foi o primeiro poeta russo. Antes dele houve ZhukovskyDerzhavine até Lomonosov. Belos, melodiosos versos foram compostos por muitos depois de Pushkin. Mesmo assim, ele é "nosso tudo". Sem ele, sem a linguagem de Pushkin, não só a poesia russa, mas a própria linguagem russa é incompleta...

Publicado em Mundo
Quarta, 08 Agosto 2018 00:46

O curioso caso de Bill Browder

[Tom Luongo, Tradução da Vila Vudu] Há poucas semanas, contei a vocês que a primeira Guerra Civil está entre nós, nos EUA.

Publicado em Mundo

[Elijah J. Magnier, Tradução da Vila Vudu] O presidente Bashar al-Assad da Síria comunicou à liderança russa que "Israel esgotou nossa paciência" (...) "Os jatos de Israel passam a ser alvos legítimos para nossos sistemas de defesa, se Telavive não cessar as provocações e se não parar de alvejar nossas posições e jatos militares". Segundo funcionários, "Assad não tem intenção de pedir que o Irã e aliados deixem o Levante enquanto houver algum território sírio ocupado." Assad incluiu as Colinas do Golan, ao se referir a 'território sírio ocupado', e também o norte da Síria onde há forças turcas e dos EUA as quais, diferentes do Irã, lá estão sem o consentimento do governo sírio.

Publicado em Mundo
Sábado, 14 Julho 2018 17:08

Trump, OTAN e a 'agressão russa'

[Pepe Escobar, Tradução do Coletivo Vila Vudu] A guerra-relâmpago [orig. blitzkrieg] que o presidente dos EUA faz na reunião de cúpula em Bruxelas, ao dizer que a OTAN é obsoleta e que os estados-membros tratem de gastar mais e se autodefender, está correta.

Publicado em Mundo
Sábado, 14 Julho 2018 16:26

EUA acusam 12 russos (mas nada provam)

[Tradução do Coletivo Vila Vudu] O Conselheiro Especial Robert Mueller acusou formalmente (PDF, 29 páginas) 12 cidadãos russos que supostamente seriam funcionários ou agentes do Serviço de Inteligência Militar da Rússia (ru. GRU). As pessoas, diz o documento da acusação, trabalhariam para uma subunidade operacional (26165) e uma subunidade técnica (74455) do GRU.

Publicado em Mundo

[Tradução da Vila Vudu] Depois de Medvedev ter sido renomeado para o mesmo posto e com ele todo seu governo, apenas levemente recauchutado, a opinião pública na Rússia e em todo o mundo dividiu-se sobre se aí haveria bom sinal de continuidade e unidade na liderança russa, ou se seria confirmação de que, sim, haveria uma 5ª coluna dentro do Kremlin que, ao mesmo tempo em que impõe ao povo russo políticas neoliberais e pró-ocidente, trabalha contra o presidente Putin. Hoje quero dar uma olhada rápida no que está acontecendo, porque creio que a política exterior russa continua controlada predominantemente pelo que chamo de "Eurasianos Soberanistas", e porque, para detectar as atividades dos "Integracionistas Atlanticistas", é preciso examinar o que está acontecendo dentro da Rússia.

Publicado em Mundo

[Alastair Crooke, Tradução da Vila Vudu] O presidente Trump trouxe à baila a ideia – e chegou a sugerir um convite ao presidente Putin, para que viesse a Washington. Ostensivamente, parece boa ideia: détente entre Rússia e EUA permitiria escoar a pressão geopolítica que cresce na 'retorta' cheia, já estourando nos rebites.

Publicado em Mundo
Quinta, 14 Junho 2018 05:15

Putin, o G7 e a Crimeia

[Massimo Mazzucco, Tradução da Vila Vudu] Conto-lhes uma linda história. Era uma linda manhã em 2014. O presidente russo, Vladimir Putin, acordou de bom humor, olhou pela janela e viu os raios do sol a acariciar as cúpulas do Kremlin. Os pássaros cantavam alegremente. Putin ligou para o secretário e perguntou:

Publicado em Mundo
Página 1 de 2

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Ritech

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar