Publicidade

Diário Liberdade
Quinta, 14 Junho 2018 04:31

Como Trump confundiu seus inimigos

[George Galloway, Tradução do Coletivo Vila Vudu] Pouco resta a dizer sobre os eventos em Singapura. Farpas e vitupérios afinal chegaram ao fim depois de 65 anos de guerra, durante os quais morreram milhões numa península coreana dividida onde foi montado e desmantelado um aríete nuclear.

Publicado em Mundo
Quinta, 14 Junho 2018 04:16

A palavra-chave no show Trump-Kim

[Pepe Escobar, Tradução da Vila Vudu] O reality-TVshow geopolítico de Trump-Kim – para alguns, evento surreal – recebeu atenção sem igual nos anais da diplomacia internacional. Será difícil superar a cena em que o presidente dos EUA abre um iPad e mostra a Kim Jong-un um trailer estiloso à moda dos filmes de ação classe "B" dos anos 1980s – completado com a efígie de Sylvester Stallone – em que os dois líderes são apresentados como heróis destinados a salvar os 7 bilhões de habitantes do planeta.

Publicado em Mundo

[Nazanin Armanian, traduçom do Diário Liberdade] Rompe o acordo nuclear com o Irám, atingido após sete anos de árduas negociaçons, enquanto afirma que procura um pacto sobre as armas nucleares da Coreia do Norte (CN). O que é que pretende Trump, realmente?

Publicado em Mundo

[Pepe Escobar, Tradução da Vila Vudu] O inferno desabou sobre o G6+1, também chamado G7, em La Malbaie, Canadá, quando todos só pensavam na divina integração eurasiana na Organização de Cooperação de Xangai, OCX, em Qingdao, China, em Shandong, província natal de Confúcio.

Publicado em Mundo

[The Saker, Tradução do Coletivo Vila Vudu] O tópico das ações russas na Síria continua a fascinar e a gerar muita polêmica. Faz sentido – a questão é extraordinariamente importante em muitos níveis, inclusive no nível pragmático e no nível moral, e hoje quero concentrar-me estritamente no nível pragmático, deixando de lado, por enquanto, considerações morais/éticas/espirituais. Além disso, assumirei, para facilitar o argumento, que o Kremlin age em uníssono, que não há Integracionistas Atlanticistas no governo russo, nem 5ª coluna no Kremlin nem lobbysionista a exercer grande influência na Rússia. Futuramente enfrentarei essas questões, porque não tenho nenhuma dúvida de que o tempo e o desenrolar dos eventos comprovarão o quanto essas reservas são na realidade politicamente motivadas

Publicado em Mundo
Segunda, 11 Junho 2018 05:07

O 'ocidente' já era

[Tradução do Coletivo Vila Vudu] Reuniões de cúpula do G-7 deveriam simbolizar "o ocidente", a unidade e o poder do "ocidente". Reuniões de cúpula sempre conseguiram fingir que definiam e fixavam os rumos políticos para o mundo.

Publicado em Mundo
Domingo, 10 Junho 2018 12:15

Putin bem que avisou (há dez anos)

[Finian Cunningham, Tradução da Vila Vudu] Não se pode culpar o presidente russo Vladimir Putin, por saborear um momento 'eu-avisei'. Putin realmente avisou líderes europeus de que a briga geral em que estão eles todos metidos de um lado, contra os EUA, de outro lado, é o que sempre acontece quando alguém se curva com demasiado servilismo às ambições hegemonistas dos EUA.

Publicado em Mundo

[Tradução do Coletivo Vila Vudu] O Reino Hachemita (ou Haxemita, ar. هاشمي, Hāšimī) da Jordânia tem-se mantido tradicionalmente no campo 'ocidental'. É politicamente ligado ao Reino Unido e aos EUA, tanto quanto à Arábia Saudita e a outros estados do Golfo de maioria sunita. O rei da Jordânia Abdullah II foi, no passado, hostil ao Irã. Foi o primeiro a falar publicamente do medo de um 'crescente xiita'. Mas os novos planos sauditas e dos EUA para 'paz' com Israel são ameaça à Jordânia e à legitimidade pessoal do rei Abdullah. Precisa mudar de posição. Desde que receba incentivos adequados, a Jordânia pode, eventualmente, unir-se ao lado da 'resistência', com Irã, Síria e o Hizbullah.

Publicado em Mundo

James Fanell, ex-diretor de inteligência da Sexta Frota dos Estados Unidos, apresentou em maio diante do Congresso americano um relatório de 64 páginas em que garante que a China desenvolve atualmente um plano para ter, em um futuro não muito distante, uma marinha duas vezes maior que a dos Estados Unidos.

Publicado em Mundo

A China exigiu hoje (06) aos Estados Unidos que parem com as provocações e o sensacionalismo sobre a chamada militarização do mar Meridional, depois de advertir-lhe que esses atos podem desencadear sérias consequências.

Publicado em Mundo

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Ritech

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar